A importância que você se dá é pela forma de como se percebe.

 

Como você se sente com você ao fazer este exercício olhando para si mesmo de forma mais consciente? Se sente importante para si mesmo? Reconhece seus talentos e habilidades?  Passa a maior parte do tempo fazendo as coisas para os outros esperando que alguém o reconheça ou que alguém o faça se sentir importante porque no fundo você não se sente?

A forma como nos percebemos faz toda a diferença quando buscamos o nosso próprio bem estar. Um perceber que vai além do simplesmente se olhar, mas o significado que você dá a si mesmo, a importância  a sua própria existência. A sua realidade e satisfação na vida está sendo formatada por você mesmo o tempo todo. Ora, isso pode parecer um pouco incomum e talvez se quer um dia você tinha pensado sobre isso. Mas, de forma muito simples observe por um momento as coisas que se passam na sua mente, nas emoções que experimenta com maior frequência e agora perceba se a sua realidade ou seja, se a sua vida está respondendo a isso, no sentido das experiências que tem vivido.

percepcao-3

Este é um momento muito importante porque pode ser o ponto de você trazer para a sua consciência o início de uma pequena mudança para algo muito maior. E pode ser que em algum momento desta leitura você se pergunte: Então estou criando minha própria realidade? Esta pergunta deixarei que você mesmo responda, afinal o aprendizado deve ser seu.

O objetivo aqui é chamar a sua atenção para o exercício do ato de se observar e assim descobrir de forma mais profunda o que você traz dentro de si.  Um bom exercício que recomendo é no final de um dia, que seja 05 minutos….pare por um momento e perceba os pensamentos que transitam na sua mente, seus sentimentos…..o que você fala para você? Se sente amado por si mesmo? Quando você faz algo que no seu julgamento aquilo foi um  erro, você se trata com carinho ou com chicote? Acredita no seu potencial? Se sente culpado? Rejeitado?  Se isso é constante em sua vida pode ser que esta percepção ela esteja carregada de coisas que você aprendeu no passado criando hoje transtornos em sua vida, na sua autoestima, enfim na relação consigo mesmo.

percepcao-2

Pense nisso: O que você vê fora de você é um recado da vida de como você se vê. Pois, o mundo vai tratar e te perceber exatamente como você faz consigo mesmo. Portanto não é mudando o mundo que as coisas mudarão para você, mas mudando a si próprio.

O que pensamos e a forma como nos sentimos repercute e volta para nós. E como prova temos os próprios eventos que vivemos. Se você colocar um óculos de lente azul, você vai jurar que o mundo é azul. Mas, o mundo não é azul, é a sua lente que está te fazendo perceber azul.

lente-azul

Pode ser que muitas coisas que você acredita a seu respeito como: Não mereço ser amado, sou pequeno demais, sou um fracasso, enfim todos os sentimentos que não te promovem podem ter sido construído ainda na sua infância e você está acreditando nesta ilusão até hoje. Ilusão esta que distancia de quem você realmente é, simplesmente porque sua lente está matizada de coisas que você  interpretou e hoje faz você enxergar a si mesmo como algo pequeno e sem valor.

Provavelmente um dia olharam para você de um jeito e você interpretou esse olhar como algo negativo e escolheu assumir aquele olhar que não é seu como sendo seu.

Agora, você já pensou que se você mudar a forma como se vê, você pode transformar sua vida mudando sua realidade?

Lembre-se: É impossível ter sucesso, relacionamentos saudáveis, saúde….se a lente da sua percepção estiver matizada pelo medo, pela raiva, pela culpa, pelo vitimismo…..

Existe solução? Como mudar o que está do lado de dentro? Como esta mudança é interna, exige de nós sair da  zona de conforto. Em PNL  chamamos de assumir responsabilidade, isso significa não culpar mais os outros pelo seu sofrimento, mas assumir o seu próprio poder de criar novas respostas.

Se você conseguiu perceber que as tuas experiências é apenas um reflexo da sua lente, ou seja, da sua percepção….saiba que já teve uma mudança no sentido de um despertar para algo que poderá libertar você das ilusões que não te promovem e ela pode ser um processo de evolução constante, depende da escolha que fizer a partir de agora.

Namastê!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *