Método Supleno

 

Novas tecnologias surgem a todo momento. O mundo vem se desenvolvendo de forma cada vez mais rápida, por isso o novo milênio pede por pessoas dinâmicas e de iniciativa, acabou o espaço para o “homem arquivo”, que armazena conceitos ou conhecimentos; características que já não garantem o sucesso. Mas desenvolver-se plenamente, aprimorar capacidades para atitudes efetivas, e principalmente tornar-se hábil na utilização dos conhecimentos, isso sim traz o diferencial para os que têm o compromisso de educar e ensinar para um mundo rico de inovações e oportunidades.

A maneira como os professores e a equipe pedagógica enxergam os alunos é ponto determinante para um bom funcionamento do ambiente escolar. É muito comum vermos equipes que parecem lidar de forma grotesca com alunos. O que existe é uma responsabilização no aluno, ou na comunidade pelas más condições da educação, ou no processo de aprendizado da criança.

Quando professores e equipe se comprometem a postura de favorecer as ações de seus alunos na interação com o Universo, muito mais do que alavancar a autoestima, estes aprendizes percebem a capacidade transformadora de suas atitudes, se reconhecem como úteis e se conscientizam da importância dos seus atos na evolução e progresso da humanidade.

É preciso entender que em uma sala de aula encontram-se crianças dos mais diferentes níveis culturais, crenças, valores, históricos de família e com os mais diferentes comportamentos. As crianças estão sujeitas às mesmas regras escolares e ao convívio comum, mas cada uma reage à sua maneira. Sem contar que cada experiência vivida dentro da escola e fora dela – faz parte da formação de personalidade desses pequenos sujeitos. Daí a importância da percepção e compreensão de modelos de mundos variados nessa relação professor X aluno.

Tais reações particulares dizem muito a respeito da saúde mental de uma criança e do ambiente familiar dela, e a escola através de seus professores tem papel precioso no equilíbrio emocional de seus estudantes.

Como o professor e sua equipe pedagógica que não estão bem psicologicamente, poderão transmitir calma, paz e tranquilidade para seus alunos?

Desenvolvemos um projeto eficaz com O MÉTODO SUPLENO para capacitar professores e equipe à abraçarem a instituição de corpo, alma e coração, ensinando habilidades de comunicação intrapessoal e interpessoal, empatia entre a equipe e os alunos, e desenvolvimento emocional para que todos possam estar totalmente realizados e satisfeitos, refletindo assim no meio ambiente escolar.